SUPERSTIÇÕES E SÍMBOLOS: O SIGNIFICADO DOS CHIFRES – PARTE 3

A “MÃO-CHIFRADA” COMO SÍMBOLO MÁXIMO DO ROCK/HEAVY METAL

Há uma voz coletiva no mundo do rock que concede a paternidade do gesto a Ronnie James Dio (1942-2010). Ao entrar para a banda Black Sabbath, em 1979, Dio queria adotar uma forma de identificação com os fãs de heavy metal sem copiar o costume do vocalista anterior, Ozzy Osbourne, de surgir no palco num clima paz e amor.







 

Ozzy Osbourne (à direita) faz o sinal de paz e amor que o marcou à frente do Black Sabbath. Foto: Reprodução

Dio, então, decidiu resgatar suas memórias infantis. “É um símbolo italiano que aprendi com minha avó e que se chamava ‘Malocchio’[1]. Serve para afastar o mau-olhado ou para fazer o mau-olhado, dependendo de como você o faz”, declarou Dio, certa vez, em entrevista ao site “Metal-Rules”.

Dio sobre sua mão-chifrada: “Usei tanto que acabou se tornando popular, mas com certeza não fui o primeiro”.

Dali para frente, o símbolo se popularizou não somente entre os admiradores do Black Sabbath ou de heavy metal, mas por toda a comunidade roqueira do mundo.

No entanto, Dio sempre recusou o título de “inventor” da mão-chifrada. “Duvido muito que eu tenha sido o primeiro a fazer isso. É como dizer que eu inventei a roda. Tenho certeza de que alguém já tinha feito isso antes”, disse Dio ao “Metal-Rules”. (http://xd.globo.com/pra-explicar/qual-origem-da-mao-chifrada-simbolo-maximo-do-rock-17590677.html)

É a mais pura verdade, usando a cronologia dos fatos, o mérito caberia a Gene Simmons

“Em 1977, Gene Simmons surgiu fazendo o gesto na capa de “Love Gun”, álbum do Kiss. Mas há quem diga que a posição dos dedos de Gene, virados pra frente, na verdade represente a palavra “amor” na linguagem dos sinais. ” (http://xd.globo.com/pra-explicar/qual-origem-da-mao-chifrada-simbolo-maximo-do-rock-17590677.html)

Antes, em 1969, John Lennon também apareceu fazendo uma possível mão-chifrada na capa do histórico álbum “Yellow Submarine”? John Lennon na capa de yellow submarine (submarino amarelo) aparece fazendo o sinal sobre a cabeça de Paul Mcartney. O senso comum jura que se trata apenas de um V numa vibre “paz e amor” que foi mal desenhado.

 

 

 

Na foto central (“aí a porca torce o rabo”) porque o gesto da “mão chifrada”, aparece com o gesto de “OK” (juntou a fome com a vontade de comer) para os fanáticos (prato feito) veja a explicação desses mudras (parte 2  do post) e durma em paz.

4- SINAL DA UNIVERSIDADE DO TEXAS: 

Na Universidade do Texas, que tem como mascote o touro Texas Longhorn (ou texano de chifre comprido), seus alunos, ex-alunos e torcedores de seu time de futebol americano fazem este sinal com a mão. Esta seria a justificativa pela qual Bush seguidamente fazia este sinal.

Muitos utilizam o vídeo do funeral da viúva do ex-presidente Lyndon Johnson, no qual todas as pessoas no local fazem o sinal, incluindo os padres e ex-presidentes americanos, como prova contundente da ligação illuminati com o sinal. (veja o vídeo “Revelando os Illuminati 2″https://www.youtube.com/watch?v=pwEKvIulOwo)

Vamos a análise esclarecedora e lógica publicada em NOTÍCIAS DE SIÃO sobre tal acontecimento:   “A cerimônia aconteceu na cidade texana de Austin no dia 14 de julho de 2007. Lady Bird era a ex-primeira dama e o Texas o seu Estado. Os Clinton – mais o ex-presidente Jimmy Carter que também aparece no vídeo – são Democratas. Mas, por que o presidente dos EUA não estava na cerimônia? Ainda mais sendo ele também do Texas? […] Bem, o presidente naquela ocasião era George W. Bush. Se Bush é Illuminati, como sistematicamente é acusado, por que ele não estava no funeral? […]  Simplesmente porque não se tratava de um funeral ritualístico, como insinua o vídeo. A cerimônia oficial, com as honras devidas à uma ex-primeira dama já havia acontecido. A cerimônia filmada foi o momento familiar do funeral. Uma cerimônia íntima, pessoal, descontraída até. Isso explica os sorrisos em meio às lágrimas.”

“Há sim uma coisa intrigante no vídeo: Em determinado momento uma banda começa a tocar. Os presentes se levantam e dirigindo-se para o caixão impõem a mão direita em forma de chifre. Neste momento cantam um hino apontando os “chifres” para a falecida.”

“Lady Bird era texana. Como texana, ela foi benemérita de uma das mais famosas universidades do Estado, a Texas Longhorn University. Longhorn em inglês significa Chifres Longos. E este é o símbolo da universidade.”

“O nome foi dado em referência ao tipo de gado que teve uma importância estratégica no desenvolvimento daquele Estado. Quando os colonizadores começaram a desenvolver o Texas, perceberam que o gado que mais se adaptaria àquela região era a raça Long Horn. Da mesma forma que o camelo é um ícone do Egito, a zebra ícone da África do Sul, o elefante ícone da Índia e o jumento ícone nordestino, o gado Long Horn é um ícone texano.”

Longhorn, a raça que impulsionou a economia e inspirou o nome de universidade no Texas

“Cada vez que o time de Futebol Americano da universidade entre em campo ele é precedido da mesma banda que aparece tocando no funeral de Lady Bird. Embora seja uma opção de gosto duvidoso, tanto a banda como os jogadores são recebidos pelos fãs com o gesto da mão em formato de chifres. E isso não tem nada de demonismo, mas sim uma alusão aos chifres do gado Longhorn.”

“É a mesma coisa que atribuir apologia ao consumo de carne suína a um judeu que, torcendo para o Palmeiras, venha a ser fotografado com a tradicional máscara de focinho de porco usada pelos torcedores do time paulista. ”

Fãs da Texas Longhorn University recebendo a banda e o time

“Ou seja, o funeral não tinha nada de demoníaco, a banda tocava o hino da universidade e as pessoas faziam o sinal de longos chifres em homenagem à sua benemérita colaboradora. O resto é fantasia para diversão daqueles que são informados e para pavor dos tolos.”

(https://noticiasdesiao.wordpress.com/2010/07/10/illuminati/)

[1] O Maloik (Malocchio) ou o “Mal Olho” – Embora não seja de origem italiana, muitos italianos acreditam no il malocchio (muitas vezes pronunciado “maloik”). Parte superstição, tradição parte, é a crença no olho mau, colocado em alguém quando alguém está com ciúmes ou inveja da boa sorte do outro. O malocchio então manifesta-se em algum tipo de infortúnio para a pessoa amaldiçoada, geralmente alguma doença física. Também pode ser feito involuntariamente, como quando você vê um bebê bonito e você cumprimentar o pai. Isso pode ser interpretado como inveja e o pai deve dizer algo como “Deus abençoe” logo após ele para afastar um possível malocchio, muitos acreditando que mesmo que o elogio possa ter soado sincero, seu motivo real era inveja […] Pode-se também afastá-lo usando um chifre (cornuto) ao redor do pescoço ou fazer um gesto com sua mão (mano cornuta – que você pode ver em concertos de heavy metal). 

[http://www.italianamericantales.com/2009/01/maloik-malocchio.html]

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *